Como Ganhar e Orientar-se no Second Life – Guia Para Dummies

Ganhar os primeiros Linden Dollars, achar os shop free e outras pequenas sugestões para principiantes

Sou Zac Bonne e dei uma volta pelo Second Life por conta de Ikaro. Como turista rapidamente senti a primeira necessidade, como todos os outros: como ganhar alguns Lined Dollars? Onde encontrar roupas, objetos e acessórios gratuitamente? Onde posso aprender as dinâmicas de base? Achei alguns lugares interessantes, eis uma breve panorâmica.

SecondLife.jpg

Aqui estou eu em frente ao Templo de Ishtar, um dos meus lugares preferidos: Babylon, Babylonia (53, 191, 21)

Onde fazer dinheiro no Second Life

Provavelmente é o primeiro problema para os novatos, e foi também para mim. Não sei por qual motivo, mas no Second Life a primeira coisa que nos perguntam é como e onde fazer alguns Linden Dollars (de agora em diante L$). Eu estava convencido de que deveria trabalhar e, inclusive, achei um contato que me propôs um trabalho como dançarino no Night Vision (216, 162, 164). Só depois descobri que existem vários outros lugares para ganhar um trocado de maneira mais simples:

  • Dançando
  • Ficando sentado
  • Tomando sol

moneyisland001.jpg

Engraçado, não? Essas pessoas estão sentadas em um dos numerosos locais da Money Island para ganhar algumas L$ sem muito esforço.

E através de muitas outras maneiras, aparentemente banais. Claro, não se ganha grande coisa, mas para um valor que varia de L$10 a L$20 por hora até vale a pena para não ter que andar por lá sem nada de dinheiro. Aqui está uma lista de lugares que oferecem essa possibilidade:

  • Money Island (57, 63, 24)

Uma ilha inteira para ganhar dançando, ficando sentado (cerca de L$5 a cada 10 minutos) ou fazendo pesquisa com as pessoas na rua (mais remunerado, mas pedem seus dados pessoais).

  • Carduccis Mansion (58, 37, 102)

Aqui parecem um pouco mais pão-duros. Para uma hora sentados de frente ao slot (sem jogar) pagam L$12.

  • TOnline Beach (110, 56, 21)

Aqui você pode tomar sol ganhando L$2 a cada 10 minutos.

tonlinebeach.jpg

Eis a TOnline Beach. Mesmo que não pareça, eles estão ganhando lá embaixo

Por que alguém me pagaria para não fazer nada?

Esse é outro ponto que me veio a mente. Sucessivamente porém, pesquisando pelos vários terrenos à venda e para alugar no Second Life, ou mesmo pelos locais populares nos quais eu andava descobri o segredo.

Os terrenos ou, de qualquer modo, os lugares mais frequentados são mostrados com mais relevância nas pesquisas, consequentemente são mais cheios e mais valorizados, seja pela venda ou pelo aluguel. Os lugares no Second Life têm, substancialmente, a mesma dinâmica dos sites da internet: mais visitantes, mais valor.

Tornar-se um residente no Second Life

Certo, ficar sentado em uma mureta ou dançar por horas a fim de ganhar uns trocados me incomodava. Depois de apresentar muitas reclamações a Ikaro, até ameaça de demissão, consegui obter o status de residente! Com um salário semanal agora posso, finalmente, andar e explorar tudo tranquilamente.

Free Shop no Second Life

Em quase todos os lugares se encontra objetos gratuitos para levar embora mas, quase sempre, se trata de merchandising ou objetos patrocinados. Depois de dias andando com uma regata eu precisava, decididamente, achar roupas adequadas a mim.

Existem quase por tudo lojas de roupas mas, nesse caso, se paga. Algumas são baratas, outras bem mais caras, mas sempre se deve pagar. A menos que se conheça os lugares certos.

shop001.jpg

Aqui está o The Yard, um enorme bazar grátis

Quando pensei em investir parte da minha renda na compra de roupas que me caracterizassem um pouco, descobri um free shop realmente notável: The Yard at Honeoye (146, 71, 81). Se trata de um grande bazar a céu aberto literalmente cheio de roupas, objetos e acessórios, todos gratuitos. Basta ir até lá e pegar. O risco é pegar coisas demais e depois ficar meio perdido no meio de tudo, por isso aconselho que se pegue somente o necessário e depois volte de vez em quando.

Guia Second Life: a ilha de treinamento

Help Island (121, 157, 25) é um dos lugares que frequento a maior parte do tempo. É uma ilha que permite de se exercitar na interação com o mundo externo, utilizar objetos e até meios de locomoção (aviões, carros, barcos) e ensina as técnicas de base de criação. Existem, também, manuais e cursos mais avançados de programação para a criação de objetos avançados com interação no mundo externo.

Existe também no Help Island uma loja grátis que oferece, realmente, um avião, uma bicicleta, uma casa e outros objetos decididamente interessantes. É uma pena pois, dificilmente, onde eu estive, me deixaram utilizar minhas coisas. Afinal, cada lugar no Second Life tem seu dono e deve-se respeitar suas regras.

helpisland001.jpg

Eis uma panorâmica do Help Island

Ouros lugares interessantes

  • Secret Reflection (136, 207, 147)

Uma gruta maravilhosa para se explorar.

  • Babylon, Babylonia (53, 191, 21)

Uma ilha dedicada à civilização de Sumero, em particular à deusa Ishtar/Inanna, mais conhecida como Aphrodite pelos gregos ou Vênus pelos romanos. Há um verdadeiro museu e alguns templos da antiga Suméria reconstruídos.

  • AKK Horse Ranch Island, AEOS (36, 35, 24)

Um rancho fantástico circundado pelo mar. É possível andar a cavalo ou apreciar o maravilhoso pôr-do-sol.

  • Skydive SL Skydiving on St. Pom, Pamran (221, 79, 21)

Um centro de treinamento para salto com paraquedas.

Estes são os links essenciais:

Comments

comments