Republicação de Artigos: Danos ou Vantagens Para a Fonte Original?

Você fica feliz ou preocupado quando alguém republica os seus conteúdos em outros sites?

Quantos usuários se perguntam? Até você deve ter perguntado a si mesmo: “Devo ficar feliz ou preocupado se alguém republica um artigo meu em outro site?”. A questão é muito delicada em uma época de compartilhamento global das informações, de redes sociais e de novas formas de copyright como as Creative Commons. Existem mesmo sites construídos com o objetivo de oferecer conteúdos gratuitos.

republicacao-artigos.jpg

Photo Credit: ariadna (MorgueFile.com)

Eu sou absolutamente contra o conceito de direito de autor na forma tradicional e feia da nossa sociedade, mas vamos tentar fazer um pequeno guia para todos aqueles que não sabem quando se preocupar e quando ficar feliz vendo seu próprio conteúdo em outros sites. Vamos começar reagrupando possíveis vantagens e desvantagens considerando que a republicação venha sempre com um link direto à fonte.

Vantagens e desvantagens da republicação

Vantagens:

  • Aumento da própria confiabilidade
  • Maior número de visitas por referrers externos (proveniente dos links à fonte)
  • Aumento da link popularity e, portanto, do ranking nos motores

Sobre o aumento da própria confiabilidade há pouco a dizer, quanto mais pessoas lêem o seu nome ou o nome do seu blog maior será o nível de confiabilidade que, consequentemente, será dado às suas informações. Cedo ou tarde esse mecanismo pagará muito bem, já que gerará links espontâneos de entrada (inbound links) que favorecerão o Trust-Rank (introduzido na atualização Jagger) que o Google dará ao seu site.

Obviamente, quanto mais links são espalhados pela rede maior será a possibilidade que alguém chegue ao seu site através deles, além disso aumentará a link popularity que constitui um parâmetro essencial para ser bem posicionado nos motores de busca.

Desvantagens:

  • Possíveis penalizações dos motores por conteúdo duplicado
  • Risco de rebaixamento se o artigo é republicado em fontes mais confiáveis

O que aconteceria se o mesmo, ótimo artigo, aparecesse contemporaneamente no seu blog e em um outro bem mais confiável que o seu? Simples, nas pesquisas achariam o outro. Não o seu. E se, improvisamente, 50 blogs republicassem o seu artigo? Poderia haver penalização por conteúdo duplicado.

Portanto, você chegará à mesma conclusão que eu. Vantagens e desvantagens de uma republicação dependem de um fator fundamental: quanto é confiável a fonte em respeito aos sites que utilizam os conteúdos. O objetivo principal, portanto, deve ser o mesmo: aumentar a própria confiabilidade, e para chegar a isso se deve, inevitavelmente, passar em um tipo de “limbo” dos motores no qual corre-se o risco de ser superado mesmo por quem utiliza os nossos conteúdos, mas é um mal necessário e temporário.

Quando a republicação é totalmente prejudicial e anti-ética

Existem casos nos quais seria bom se manisfestar. Estes são os principais:

  • Quando não se cita a fonte
  • Quando não se linka à fonte
  • Quando se linka à fonte mas, não diretamente (com um redirect)
  • Quando são extraídos todos os links presentes no artigo original

Em casos como esses, a sugestão que dou é de escrever um email ao responsável do site em questão pedindo que se arrume o artigo ou que o cancele. Tenha em mente que em 99% dos casos bastará um email tranquilo e cordial, mesmo porque acontece muito frequentemente que não seja proposital ou de má fé.

Verificar onde são republicados os artigos

É muito simples. Se eu quisesse verificar quem republicou este artigo memorizaria os resultados obtidos de um motor de busca com a chave “Se eu quisesse verificar quem republicou este artigo memorizaria os resultados” (aspas inclusas). Simples, não é?

Concluindo

Não existe uma fórmula mágica, mas podemos tranquilamente afirmar que a republicação dos nossos conteúdos é prejudicial se o nosso site não é confiável, uma vantagem se ele o é. Mas, é também verdade que se não fizermos alguma coisa para difundir nossas informações e correr alguns riscos quando poderemos nos tornar confiáveis?

Portanto, em um primeiro momento devemos nos entregar para sermos penalizados até quando nossos conteúdos e relativos links serão suficientemente numerosos para permitir aquele “salto” do qual imediatamente se perceberá pelo número de acessos ao nosso blog. É uma dinâmica fisiológica do compartilhamento do conhecimento e das informações.

Aconselho, portanto:

1. Inserir um ou mais links a outros conteúdos dentro do seu próprio site nos primeiros 25% do texto do artigo.
2. Especificar bem os termos de republicação, eventualmente use a Creative Commons.
3. Esclarecer sempre que é obrigatório manter os links do artigo exatamente como no original.
4. Requisitar claramente um link direto (isso é importante) à fonte original.

Feito isso, espere que os seus conteúdos sejam republicados ao máximo possível e que tragam não outra coisa que benefícios.

Comments

comments