Como Você se Tornou um Blogger?

Este é o testemunho da minha experiência como blogger. Compartilhe conosco a sua experiência também respondendo a essas perguntas através de um post no seu blog.

bloggers.jpg
Photo Credit: andresr

O que lhe motivou a criar um blog?

Dei esse passo quando entendi que o caminho do empreendedorismo nunca poderia me livrar da incumbência de ter que prestar contas a alguém. Aliás… quando você tem um trabalho subordinado você tem um chefe, mas quando você é um trabalhador autônomo você tem muitos mais: todos os seus clientes. Que lhe atormentam porque sumiu um email, porque o site não aparece em primeiro lugar em todos os motores de busca, porque aquilo que você deveria terminar em 3 meses deve ser concluído em 3 semanas…

Quando entendi que o sucesso na área de ICT não é determinado pelos trabalhos que se pega mas, por aqueles que se deixa, abandonei todos eles e comecei a usar para mim mesmo a experiência que vendia aos outros.

Qual foi o seu primeiro post?

Era início de 2000 quando parecia que tudo era grátis: conexão, sites, etc. O seu título é: Tudo Grátis?, você pode lê-lo no Ikaro de 8 anos atrás, em WebArchives.

O post do qual você mais se envergonha?

Tomado pelos rumores da blogosfera sobre a TV online que os criadores do Skype iriam lançar, The Venice Project, me deixei levar pela síndrome do post diário e comecei a escrever o enésimo furo de jornalismo (Venice, chega a TV via internet grátis dos fundadores de Skype e KaZaa) que iria se somar aos milhares de posts iguais presentes na rede. Com base na lei de Murphy, o nome da TV mudou para Joost e hoje o post não vale mais nada. Foram 20 minutos jogados fora e uma grande lição aprendida.

O post do qual você mais se orgulha?

São vários. Para mim mesmo é Digital Subdivide, incomunicabilidade entre conectados e desconectados, mesmo que não seja muito lido; e para a glória Programar a gestão dos trackbacks no seu próprio blog linkado pela Wikipedia como referência. 😉

Meme lançado por Giuliano do JuliusDesign (originalmente em italiano).

Comments

comments