Marketing Pessoal e Social Media: 20 Segredos Jamais Confessados Pelos Bloggers

Quantos bloggers são capazes de permanecer imunes a obsessão de aparecer?

Usar as Social Medias para autopromover-se é uma estratégia conhecida e transparente, mas os bloggers têm alguns segredos inconfessáveis.
blogger.jpg

Nesse mês em que estive offline viajando pelas rodovias brasileiras, além de reflexões mais ou menos sérias, me diverti imaginando quais são as psicopatologias virtuais e as fantasias às quais todos estamos, alguns mais outros menos, sujeitos (estou começando sério mas, depois acabarei brincando um pouco, como sempre, não resisto…). Lá vão:

1. Compartilhar no Twitter um post com um título super legal usando o TwitThis sem ter lido nem uma palavra dele.

2. Cumprimentar todos os dias todos os seus contatos com uma mensagem copia e cola só para manter contato e garantir votos no diHITT, Linkk, etc.

3. Preparar-se para entrar numa festa imaginando um desconhecido que vem ao seu encontro (na frente de seus amigos) dizendo: “Mas, você não é…”

4. Insinuar implicitamente na cabeça da sua mãe ou do seu primo que agora você é famoso.

5. Pensar que quem entrevista sempre os mesmos blogstars na TV ou no jornal ainda não leu nada escrito por você.

6. Ler uma notícia, não entender nada, postá-la no Twitter com um comentário que não tem nada a ver, perceber o erro, apagá-la rapidamente esperando que ninguém o tenha lido, e desaparecer offline como um rato em fuga.

7. Voltar online depois de muito tempo de ausência, cumprimentar os amigos no Twitter ou FriendFeed e imaginar uma multidão de internautas que exclama: “Ah… ele voltou.”

8. Ausentar-se um pouco do Twitter ou FriendFeed e imaginar uma multidão de internautas perguntando: “O que aconteceu com ele?”

9. Tentar se ver de fora enquanto está escrevendo o seu último post só para garantir à sua futura memória a imagem de quando você ainda não era famoso.

10. Ler constantemente um blog concorrente, não entender nada do conteúdo e pensar que o sucesso dele é somente sorte.

11. Ler constantemente um blog concorrente, não entender nada do conteúdo e pensar que ele só faz sucesso porque é um puxa-saco.

12. Falar pra todo mundo que você conhece muito bem um blogstar só porque ele lhe deixou um comentário (inclusive antipático) em um post.

13. Dizer aos amigos que as multinacionais lhe procuram pedindo para fazer reviews dos seus produtos depois de ter recebido um email de uma empresa qualquer lhe pedindo para fazer spam grátis no seu blog de um produto decadente sem nem colocá-lo à sua disposição.

14. Aceitar a proposta desta empresa convencido de que esse é o sacrifício que precede a fama.

15. Imaginar-se com a sua família no restaurante enquanto na mesa ao lado conversam sobre o seu blog e você finge que não está escutando nada.

16. Manter sempre o seu perfil no Twitter com um número de followers rigorosamente mais alto que os follows.

17. Esnobar quem usa o AdSense depois de tê-lo tirado do seu blog porque não lhe rendia um centavo.

18. Imaginar aquela blogstar super bonita, que não troca contatos nunca, enquanto lhe encontra em um barcamp e percebe o erro que cometeu.

19. Imaginar no futuro o seu quarto ou o seu escritório protegido por um vidro com um cartaz sobre a escrivaninha que diz: “Foi aqui que tudo começou…”

Não adianta nada fazer essa cara pois, provavelmente, você também está aqui no meio. 🙂 Cada pecado vale um ponto. Eu fiz 5, e você? Aproveito a ocasião para indicar a leitura de The Paradox of Self-Promotion with Social Media, um bom artigo de Matt Peters que analisa as dinâmicas que fazem com que a autopromoção e a Social Media convivam sem problemas.

Desse artigo trago uma bela frase: “Seth Godin doesn’t have to share his own posts, nor do Kevin Nalts or Chris Crocker need to share their own videos. But they didn’t start out that way!”

Efetivamente, sempre me perguntei se os blogstars iniciaram divulgando manualmente cada post através das Social Medias como é de praxe hoje em dia.

Comments

comments