Como Criar Um Blog de Sucesso Em Oito Simples Passos

Saber filtrar, selecionar e indicar conteúdos é tão importante quanto criar novos

A receita para abrir um blog de sucesso não é complicada. Este post é dedicado a quem quer abrir um blog mas, não sabe como começar, e a quem não consegue fazer decolar o que já tem.

Partindo do pressuposto que você conhece um pouco de inglês e que quer começar da maneira mais simples sem necessariamente produzir conteúdos originais, eis como criar as bases de um blog de sucesso.

Image credit: luchschen

Abra um blog com o WordPress

A plataforma do blog é importante porque permite automatizar as conexões com os blogs que você linka nos seus posts e vice-versa (trackbacks).

O dilema está sempre entre WordPress e Movable Type, mas se o critério de escolha da plataforma consiste em gerar o maior número de tráfego no menor tempo, então você deve abrir um blog no WordPress por um simples motivo: é o mais utilizado e oferece um alto nível de personalização graças aos inúmeros plugins e templates para cada exigência.

Selecione poucas, mas relevantes fontes em inglês

Quase todos os bloggers do planeta não geram conteúdos, mas se limitam a comentar / traduzir / reelaborar as mesmas notícias provenientes das mesmas fontes (se chama barulho de fundo, lei do 1%, etc., etc.). É importante que você as obtenha diretamente das fontes originais pulando as intermediárias.

Eis 5 sites que constituem um bom pacote essencial de fontes sobre novas mídias, web 2.0, etc.:

Notícias e artigos sobre web 2.0 e social media.

Ótima fonte de programas úteis e conselhos sobre PC.

Conselhos específicos para melhorar a qualidade do seu blog e para monetizar seu tráfego.

O melhor site para conhecer os bastidores e rumores no ambiente das start-ups e das novas mídias. Muito frequentemente as notícias, antes de se transformarem em tais, passam pelo TechCrunch como boatos…

É um social media específico para web applications e start-ups. Todos os novos serviços web based passam por aqui, e os usuários amam os blogs que postam sobre novos serviços web.

Se você aborda outros assuntos em seu blog, obviamente, deverá encontrar fontes relevantes para seus interesses.

Metabolize o processo de aquisição de novas notícias

Verificar e avaliar os novos posts das várias fontes deve constituir um processo muito simples pois, pode causar um grande stress por causa do information overload.

Deve ser simples como… abrir o browser. E é isso mesmo que lhe aconselho fazer:

Se você tem qualquer conta no Google é possível personalizar a sua home page adicionando muitos conteúdos, entre os quais, obviamente, os feed RSS das fontes que citei anteriormente.

  • use a sua iGoogle page como página inicial do seu browser

Fazendo assim cada vez que você abrir o seu browser verá logo de cara a descrição dos posts mais recentes das suas fontes.

Selecione e publique os posts mais interessantes

Escolha uma notícia por dia das suas fontes e publique-a no seu blog:

1. Faça um resumo do artigo original traduzindo-o do inglês.
2. Adicione as suas observações e as suas opiniões.
3. Cite e linke sempre a fonte sem nenhum medo.
4. Insira sempre uma imagem relacionada.

Aconselho também que você insira links a outros artigos para aprofundar no assunto (dentro do seu blog ou mesmo fora). Isso gera incoming links graças aos trackbacks automáticos e oferece um útil serviço aos seus leitores.

Compartilhe e divulgue seus posts mais interessantes nos serviços de social news, mas com critério

Existem muitos social media que permitem compartilhar conteúdos (mesmo os seus próprios) e atrair visitantes. Não exagere e utilize uma estratégia que lhe permita alcançar o maior resultado com o mínimo esforço. Utilize:

1. diHITT: é uma das redes de social news mais populares no Brasil. Suas notícias podem ser inseridas automaticamente através do cadastramento do seu blog, seus usuários votam e comentam ativamente. Dividido em Destaques, Populares e Novas, suas notícias têm mais chances de se sobressairem. Tem uma funcionalidade diferente e interessante onde você escolhe quais os usuários que quer seguir (estilo Twitter).

2. Linkto: voltado principalmente aos blogueiros, é dividido em Texto, Imagem, Vídeo e Som, e visa divulgar e catalogar o que há de mais interessante na internet através de seus usuários. Uma das poucas redes sociais onde é possível votar nas notícias sem ser cadastrado.

3. Uêba: ótimo para compartilhar notícias quentes, super interessantes e bem-humoradas; possui um grande número de leitores e, se você conseguir ter seu link aprovado, pode lhe render o triplo de suas visitas em um dia.

Uma recomendação: não poste indiscriminadamente todo o seu conteúdo. Compartilhe somente os posts mais interessantes mesmo que não tenham sido escritos por você. Esta pequena estratégia lhe permitirá obter confiabilidade e conquistar a atenção dos outros usuários.

Resista às provocações

Pode chegar um momento em que alguém vai lhe provocar dizendo que você só sabe copiar artigos e que seu blog é um clone desse ou daquele site: ignore-o.

Filtrar, selecionar com critério e indicar as notícias que todos os dias são divulgadas está se transformando num processo quase tão importante quanto gerar conteúdos originais.

Se ninguém se preocupasse em filtrar, selecionar e indicar, quantas notícias originais se perderiam no oceano global das informações sem alcançar aqueles aos quais elas são endereçadas?

Alguns dos blogs mais seguidos e importantes fazem exatamente o que citei acima. Claro, o fazem de maneira mais estruturada e organizada mas, essencialmente, reagrupam, selecionam e indicam.

Observe, avalie e evolua!

Aos poucos você aprenderá a entender o que os seus leitores procuram e a conhecer melhor as suas próprias inclinações.

Você aprenderá a orientar melhor as suas pesquisas, a selecionar outras fontes, a focalizar, a criar notícias originais e a gerar novos tipos de conteúdo (áudio, vídeo, etc.).

Também sentirá a exigência de afinar os instrumentos e começará a utilizar agregadores RSS mais completos e eficazes. Você descobrirá redes sociais mais específicas e aprenderá a usar melhor as que já utiliza.

Enfim, bom trabalho. E lembre-se que os ingredientes de uma receita são somente uma parte do prato: é o cozinheiro que depois deve transformá-los em algo bom com dedicação e paixão.

Comments

comments