Ganhar Online: 5 Conselhos Para Aumentar as Entradas Do Adsense

Algumas dicas de onde partir para aumentar o valor dos clicks e para saber até quanto se pode ganhar

Otimizei o Adsense nos meus sites no decorrer dos anos com modificações contínuas, monitorando constantemente os valores de eCPM e CTR. Tirei e recoloquei os ads em determinadas áreas do site e modifiquei cores, posicionamento e dimensão.

Estas são as 5 dicas que me ajudaram a atingir um bom nível de monetização do tráfego.

Image credit: Maksym Yemelyanov

Verifique qual é o potencial de monetização efetivo para o seu setor

Parta do pressuposto que os anunciantes pagam os anúncios baseados no retorno sobre o investimento previsto (ROI). Quem usa o Adsense para procurar novos clientes para conexão ADSL, por exemplo, pagará muito mais de quem o usa para promover um serviço gratuito, pois uma assinatura ADSL prolongada no tempo garante maiores entradas merecendo um investimento maior.

Essa diferença pode ser muito grande.

Os bloggers frequentemente se desanimam quando compararm as suas entradas com as dos outros, sem saber que no setor deles mesmos estão obtendo o máximo simplesmente porque não existem anúncios relevantes para seus conteúdos (que já pagam mais do que embolsam).

Para verificar quanto efetivamente você pode esperar dos clicks nos ads contextuais que aparecem em uma página específica é possível usar o AdWords Keyword Tool:

  1. Entre em AdWords e clique em Tools>Keyword Tools
  2. Selecione a língua da página
  3. Escolha Website content como texto para testar os ads e insira a URL
  4. Você terá a lista das keywords que para o Google representam melhor aquela página e quanto é o bid máximo para cada keyword da parte dos insercionistas
  5. Clique em Estimate Avg CPC para colocá-las em ordem segundo o CPC

Essas são as keywords que para o AdWords representam melhor a sua página e, presumivelmente, serão utilizadas também para gerar os anúncios contextuais. Assim você terá uma idéia de quanto pode esperar de uma determinada página usando o AdSense em seu interno.

Deixe o AdSense sozinho nos posts e tire-o das categorias, das páginas das tags, etc.

Você deve ter notado na lista das keywords, da qual falei anteriormente, que uma mesma página pode gerar alguns clicks de alguns dólares ou clicks de pouquíssimos centavos: depende da probabilidade que através do click o seu visitante adquira o produto/serviço do insercionista. E isso depende de quanto o anúncio no qual se clica é relativo ao motivo pelo qual o visitante chegou na sua página.

As listas de posts nas páginas das categorias ou das tags não têm um assunto bem preciso, ao contrário, podem conter informações de tipos diferentes, e os anúncios poderiam não ser muito pertinentes abaixando a percentual de conversão sobre os clicks (aquisições/inscrições, etc.).

O assunto é complexo, mas você pode aprofundar mais em: Como Aumentar a Renda do AdSense Combatendo o Smart Pricing

Não use o AdSense em páginas com pouco texto ou nos posts com conteúdo escasso

Por causa do mesmo mecanismo explicado acima. O mecanismo de contextualização que torna os ads relevantes precisa de uma boa quantidade de texto. Caso contrário, os ads não serão pertinentes e, então, você terá clicks que não se converterão em aquisições para os publishers.

Como consequência, lhe serão dados os ads que pagam menos (mesmo nas outras páginas).

Delimite o texto relevante com marcadores apropriados

O AdSense coloca a disposição os marcadores:

<!– google_ad_section_start –>
texto relevante
<!– google_ad_section_end –>

para delimitar o texto da página que deve ser levado em consideração para a relevância dos anúncios. Você pode excluir textos comuns como barra de ferramentas, footer, etc., usando:

<!– google_ad_section_start(weight=ignore) –>
texto a ser excluído para a contextualização
<!– google_ad_section_end –>

Não tenha medo e use-os mais de uma vez na mesma página. Especialmente nos títulos.

Um click em poucos anúncios pode pagar mais que muitos clicks em muitos anúncios

O AdSense declara abertamente que o sistema seleciona automaticamente os anúncios mais remunerativos (sempre nos limites do smartpricing para você em vigor no momento).

Mas, se você pensar bem, isso não quer dizer que… se você visualiza poucos ads, provavelmente, não são estes os que pagam mais?

Aumentar o número de blocos (até no máximo 3) poderia causar a visualização de ads com um valor de click muito baixo na página.

Conclusões

Como sempre não existem regras, nem uma fórmula mágica. Considere esse conselho como dicas que no meu caso e para o meu tipo de blog ajudaram a ter um bom nível de monetização. O que você deve fazer é testar, observar, trocar, modificar e entender qual é a melhor combinação possível para você partindo da minha experiência.

Comments

comments