Afiliação Pay Per Action: Linkar Automaticamente Termos Relevantes dos Seus Posts

Se os banners não funcionam vamos tentar linkando automaticamente termos relevantes no interno dos posts

As afiliações do tipo pay-per-lead ou pay-per-sell pagam quando o click se converte em um registro/ação/venda e, em geral, são esnobadas pela maior parte dos bloggers que tendem a utilizar somente os anúncios contextuais do AdSense.

Elas poderiam, porém, constituir uma válida alternativa e criar uma segunda perna onde apoiar-se para não depender de uma única fonte.

Mas, vamos falar claro: os banners e as publicidades gráficas não podem competir com os ads contextuais para blogs de natureza informativa, a não ser que…

… a não ser que se encontre um sistema para gerar em todos os próprios posts, instantaneamente e on-the-fly (rapidamente), links de afiliação para palavras-chave relevantes.

corrente
Image Credit: cre8tiv88

Agora sim que a coisa se tornaria interessante pois, com uma única ação você tem a possibilidade de inserir notáveis quantidades de links. Veja como fazer em cada um dos seguintes casos:

Gerar links on-the-fly com WordPress: o plugin Cross-linker

O Cross Linker é um ótimo plugin para WordPress que gera links a determinadas keywords quando o post é visualizado sem modificar o código fonte. Além de especificar as chaves com relativos URL para o link, ele permite que você:

  • ignore as keywords inclusas em determinadas tags
  • insira a opção nofollow para o texto âncora
  • procure as chaves a serem linkadas também nos comentários

e muito mais.

Geek Auto linker Lite 4.5.0 para vBullettin

É o plugin análogo para a popular plataforma fórum. É muito mais simples que o Cross-linker para WordPress mas, executa perfeitamente o seu trabalho. Para baixá-lo você deve se registrar no fórum.

Gerar dinamicamente links em um CMS genérico desenvolvido em PHP

Se você não tem WordPress nem v Bullettin, mas tem um CMS em PHP, existe uma fonte que você pode utilizar como base para ser aperfeiçoada e adaptada às suas exigências:

$anchor_keys[“anchor1”] = “http://www.site.com/path/to/affiliation1”;
$anchor_keys[“anchor2”] = “http://www.site.com/path/to/affiliation2”;
$anchor_keys[“anchor3”] = “http://www.site.com/path/to/affiliation3”;
while (list($anchor,$link) = each($anchor_keys)) {

$key_linked=”<a href=\”$link\” rel=\”nofollow\” style=\” … \”>”.$anchor.”</a>”;
$post = preg_replace(‘{\b’.$key.’\b}’, $key_linked, $post,3);
$post = preg_replace(‘{(<A[^<]*)’.$key_linked.'([^<]*>)}i’, ‘$1’.$key.’$2′, $post);
$post = preg_replace(‘{(<A[^<]*)’.$key_linked.'([^<]*</A>)}i’, ‘$1’.$key.’$2′, $post);
}

Este código realiza o seguinte trabalho:

  1. Antes de visualizar o post procura no interno do texto as palavras a serem utilizadas como texto âncora indicadas no array $anchor_keys
  2. Quando as encontra as linka ao URL correspondente
  3. Verifica se já não fazem parte de um link (como texto âncora ou como URL), em caso positivo ele remove o link que acabou de ser criado
  4. Visualiza o post

Precauções

É bom não abusar desta possibilidade e evitar forçar links não relevantes que mandam os usuários onde não esperam. Se, por exemplo, você linka espontaneamente ao Skype nos seus posts você poderia, em alguns casos, fazê-lo através de uma afiliação que lhe reconheça uma comissão. O usuário chegará a skype.com independentemente de ser um link direto ou não.

Além disso, é bom utilizar a opção nofollow para os links de afiliação já que mesmo que encaminhem o usuário para um conteúdo relevante eles o fazem através de uma passagem intermediária que não é relevante, e poderia causar brincadeiras não muito agradáveis na ótica SEO.

No que diz respeito aos programas de afiliação mais populares lhe aconselho dois dentre todos:

Comments

comments