Hospedagem ou Servidor Dedicado Para o Seu Blog? Como Escolher

Um amigo blogueiro me pediu conselhos quanto a migração de seus blogs de um hosting a um verdadeiro housing com um servidor dedicado.

hosting-housingPhoto Credit: Michael Osterrieder

O salto é significativo, não apenas em relação ao custo, mas acima de tudo pela gestão. Um servidor dedicado comporta a gestão do servidor web, servidor de email, eventuais bancos de dados e assim por diante, embora também existam excelentes serviços de alojamento (housing) co-gerenciados que delegam esta incumbência a técnicos apropriados deixando-o livre para se concentrar mais em seus projetos e menos na manutenção do servidor.

Em geral, existem duas escolas de pensamento: servidor dedicado na Itália (onde estamos) ou no exterior? Eu pertenço à segunda, explico mais embaixo o porquê.

Quanto custa passar de um hosting ao housing?

moedas

Um bom serviço de housing com tráfego abundante e com um servidor que tenha um bom desempenho irá lhe custar a partir de US$ 200 por mês ou mais. É óbvio que você vai gastar muito mais considerando que a hospedagem (hosting) custa pouco, sem contar que existem as gratuitas e sem publicidade completas de MySQL, PHP, POP mail, etc.

A que devo estar atento?

Existem muitas ofertas que parecem oferecer servidores dedicados mas, são simples alojamentos compartilhados. Você os reconhece da palavra Virtual. Se tem escrito Virtual private server ou algo do tipo, com certeza, se trata de uma partição em um disco compartilhado com outros.

Qual é o fator mais importante a considerar quando se escolhe um servidor dedicado?

teclado-ajuda

Backup e assitência. Nos EUA os provedores que fornecem servidores dedicados oferecem (quase) sempre assintência 24x7x365, tanto por telefone quanto por e-mail.

Os servidores dedicados são configurados para cairem sempre fora do horário comercial (está no manual de todo bom programador assembler). Até a assistência via e-mail funciona graças a CRM que administra otimamente os chamados com um sistema de ticketing eficaz.

O meu primeiro servidor dedicado foi no Datapipe em 1999, depois de ter visto a propaganda dos novos servidores Cobalt na Wired, e agora estou no Pair.

Em todos estes anos precisei solicitar suportes urgentes 3 vezes telefonando ao número de assistência dedicado, e outros por e-mail. Todos os problemas foram sempre resolvidos em poucos minutos, em qualquer horário.

Não sei como é no Brasil ou em Portugal, mas na Itália, em geral, a assistência é prestada no horário comercial (com algumas exceções), o que é inaceitável, na minha opinião, para tais serviços.

O backup deveria estar incluso no pacote, mas alguns oferecem-no como um serviço adicional.

Como administro o site?

Ter um servidor dedicado significa ter que geri-lo remotamente, e isso requer competências técnicas muito específicas. Em geral, você encontra servidores com Windows OS e Linux. As interfaces de gestão via web são muitas, as mais populares para Linux são Webmin que exige os requisitos de superuser e é opensource (aqui está uma demo), e Plesk, um software proprietário compatível com servidores Windows também.

Você pode fazer um teste para ver o que o espera utilizando a demo do Webmin e a demo do Plesk.

Uma hospedagem simples, ao invés, requer o gerenciamento do site via FTP ou através das interfaces dos CMS pré-configurados, como WordPress, MovableType, etc.

De quanto tráfego eu preciso?

fluxo-banda

Não existe uma fórmula, depende do conteúdo que você oferece. Áudio e vídeo são uma hemorragia de banda se tem muitos visitantes, caso contrário, você pode calcular o peso de uma página típica do seu blog somando texto e imagens e multiplicando-a pelo número de pageviews mensais previsto: assim você terá uma idéia aproximada. De qualquer modo, 500GB deveriam deixá-lo dormir tranquilo, mesmo se o seu blog é muito visitado.

Alguma atenção em particular?

Sim. A acessibilidade de um servidor é determinada por uma série de fatores combinados. Você pode provar a confiabilidade de um determinado provider testando um servidor seu com instrumentos apropriados que simulam o acesso contemporâneo de x usuários e medem o desempenho do servidor dando um tempo de resposta.

Load Impact é ótimo e em modalidade gratuita simula o acesso simultâneo de 50 visitantes no seu blog para ver… o que acontece.

WordPress ou Movabletype?

wp

As diferenças entre WP e MT são estas: o WP funciona runtime, ou seja, as páginas são exibidas dinamicamente em PHP com chamadas ao DB MySQL. O MT, ao contrário, tem a capacidade de exportar todas as páginas em formato estático. Isto significa que o tráfego gerado com o WP carrega de trabalho o servidor muito mais do que o Movable Type.

Em relação às funcionalidades, obviamente, o WP é muito mais simples e expansível.

Quantos sites posso criar?

Um servidor dedicado é como um condomínio, o número de apartamentos depende de você. Comparado ao hosting, o servidor dedicado permite instalar as versões full dos CMS. Se você instalar o MT, por exemplo, você poderá criar todos os blogs que você deseja. Mesma coisa se você instalar o WordPress versão multi-usuário. Alguns ISPs (providers) cobram um pequeno valor (apenas uma vez) para cada domínio adicional (sem contar o valor que você gasta com o registro dos domínios, obviamente).

Na Itália ou no exterior

A minha risposta é: no exterior.

A assistência é prestada 24 horas por dia e a banda custa muito, muito menos. Então, você pode ter muito, muito mais. Não sei como é no Brasil ou em Portugal, mas aqui na Itália as Telecoms lucram injustificadamente com o tráfego e com a banda empurrando as empresas italianas para fora da competição em relação às empresas de países tecnologicamente equivalentes.

Aqui estão alguns provedores que oferecem servidores dedicados:

Comments

comments