Como Compactar e Descompactar Arquivos: Ferramentas Uteis

Pasta

Uma das coisas mais comuns quando começamos a usar a internet todos os dias e o compactar e descompactar todo tipo de documentos. Afinal, quase tudo é transferido de lá pra cá em pastas zipadas.

A ideia principal aqui é reduzir o “peso” ou o tamanho final do arquivo que vai ser transferido e assim ganhar tempo e economizar com o processo. Além da praticidade de reunir vários arquivos dentro de um único.

Até tudo bem, mas para quem está começando, saber o que fazer com aquele download que chegou na tal da pasta zipada é um problema. Então por isso vamos ver como fazer para compactar e descompactar documentos no Windows.

Para começar, você precisa saber que os arquivos compactados costumam vir em várias extensões (.zip/.rar/.tar). E pelo menos uma delas o Windows já dá conta sem precisar de ajuda: A .zip (ponto zip).

Para compactar arquivos do tipo .zip, basta clicar com o botão direito do mouse sobre a pasta que se quer compactar e ir até Enviar para no menu que aparece. Em seguida  clicar com o botão esquerdo do mouse em Pasta compactada (zipada) no outro menu que aparece sobre Enviar para. Como na figura abaixo:

Como compactar e Descompactar Arquivos

Pronto! O assistente do Windows para pastas zipadas ira te orientar no restante do processo.

Agora, se você quer descompactar um arquivo que você baixou da internet e que está zipado, basta clicar com o botão direito do mouse sobre ele e clicar em Extrair tudo… e mais uma vez seguir os passos indicados pelo assistente.

Até aqui tudo bem certo? Mais simples impossível!

O grande problema é que hoje em dia vários arquivos que baixamos vem em outras extensões além da .zip e aí o Windows não consegue identificar o tipo de extensão, logo, não consegue descompactar o arquivo.

E quando isso acontece não tem outro jeito, é preciso um programa especial para isso!

WinRAR

O WinRAR é um compactador RAR criado para Windows. E apesar do nome, o WinRAR é um software que trabalha com os mais variados formatos de compressão, não só com o RAR. Por exemplo: ACE, ARJ, BZ2, CAB, GZ, ISSO, JAR, LZH, TAR, UUEncode, ZIP, 7Z e Z.

Além de suportar os mais variados tamanhos de arquivos.

A única limitação do WinRAR é o fato do programa ter uma licença para apenas 40 dias de uso. Mas isso não quer dizer que você não vai poder usar o programa depois disso.

Simplesmente depois dos 40 dias de uso o programa tem algumas funções desabilitadas, mas nada que atrapalhe sua utilização diária. O maior inconveniente talvez seja o fato de após os 40 dias o usuário passar a receber uma mensagem perguntando se deseja comprar o programa em cada inicialização do programa.

Mesmo com esse ponto negativo o WinRAR é recomendado e funciona muito bem, sendo na minha opinião o melhor programa para isso. Resolvendo problemas com quase todo tipo de extensão conhecida.

iZArc

O iZArc é um programa dos mais simples, tanto em aparência quanto no modo de usar. Simples, porém eficiente e cumpre o que promete muito bem.

Talvez o iZArc seja o descompactador gratuito mais eficiente e que melhor se compara a programas como o WinRAR, com uma diferença que é fundamental para muita gente: É totalmente em português.

Assim como o WinRAR, o iZArc também é compatível com a maioria das extensões conhecidas e mais, formatos de imagem de CD e DVD, até formatos como o NRG do Nero.

Diria que o iZArc é uma grata surpresa e que pode muito bem ser eleito como o melhor programa gratuito do gênero, principalmente para quem tem o inglês como uma barreira na utilização de novos programas.

Estão aí, dois programas excelentes e que funcionam muito bem, cada um do seu jeito. Agora você tem que testar e escolher o seu!

Comments

comments