Plágio e Conteúdo Duplicado: O Que Fazer?

Copyright

Imagem: ivan petrov

Em primeiro lugar, eu sou um defensor ferrenho do conteúdo original. Não gosto de copiar e colar nada. Tirando um parágrafo da Wikipédia com link e crédito para a página com a informação completa, não faço cópia e sou completamente contra o plágio.

Isso esclarecido, vamos ao texto!

Dar o crédito ao autor é suficiente?

Muito se fala que mesmo copiando o texto na íntegra, mas citando o nome do autor e colocando um link para o artigo original está tudo resolvido.

Eu discordo!

Acho que se você encontra um texto que te provoca de tal forma que o faz querer publicá-lo em seu blog, você deveria se segurar e escrever sim, um texto resposta ao original por exemplo.

Copie um parágrafo, coloque-o entre aspas, dê sua opinião e assim sucessivamente. Simples assim! Ou mesmo escreva um texto baseado no que você acabou de ler e ao final coloque uma linha do tipo “Baseado no texto Tal de Fulano de Tal” com um link para a página onde está o texto. Simples!

Eu disse simples, não disse fácil! 😉

Me dá licença?

Hoje em dia já são muitos os sites/blogs que deixam claro através de licenças de uso que é permitida a cópia na integra do conteúdo, desde que citada a fonte do texto original com seus devidos créditos e links.

O mesmo vale para o outro lado da história. Muitos são os sites/blogs que através de licenças anexadas aos mesmos, não permitem a cópia na integra do conteúdo aprensentado.

O problema é que a maioria das pessoas que copiam nem fazem ideia de que tais licenças existem.

Então o que fazer?

Em um primeiro momento, seja porque você não quer seu conteúdo duplicado ou mesmo porque deseja apenas os créditos pelo texto, entre em contato com o responsável pelo site/blog onde o seu texto foi copiado e peça para que os devidos créditos sejam dados ou se for o caso, para que o texto seja removido.

Sendo sincero, se o responsável pelo site/blog não quiser modificar ou remover o texto seguindo o seu pedido, prepare-se! Não é fácil brigar na justiça por direitos do autor, principalmente no Brasil.

Claro que, se assim como eu, você fez alguns amigos advogados pela rede eles podem te orientar melhor e a coisa pode ficar mais fácil. Mas mesmo assim é uma dor de cabeça.

O mais importante é que você se mantenha por dentro das leis sobre plágio e direitos autorais no Brasil. Confira no blog Blosque.com algumas dicas essenciais sobre o assunto: Plágio e Cópias.

Nem todo conteúdo duplicado é plágio

Muitas vezes nós mesmo duplicamos nosso conteúdo sem nos darmos conta disso. Como?

Quando você escreve e publica em seu blog, uma coisa que você faz é criar categorias e tags certo? Além disso, assim que você publica um artigo ele vai para a primeira página do blog certo?

Faça as contas, o mesmo artigo aparece no mínimo QUATRO vezes no seu próprio blog!

Uma vez na página inicial (home), uma vez na página de categorias, uma vez na página de tags e o artigo em si, em sua página individual (single post).

Então como resolver isso?

Com uma dica simples e eficiente. Use resumos e não fale mais no assunto.

Faça bom uso!

Leia mais sobre o assunto em Republicação de Artigos: Danos ou Vantagens Para a Fonte Original?

Comments

comments