Manutençao do Windows: Como Criar Um Ponto de Restauração do Sistema

bomba

Imagem: stock.xchng

Um dos maiores sonhos do ser humano sempre foi inventar uma máquina do tempo.

Ainda não conseguimos, mas a partir do Windows XP, a Microsoft já trouxe uma novidade bem parecida com a máquina do tempo, no sentido de nos permitir, em caso de problemas, voltar no tempo em um ponto onde o computador funcionava normalmente.

Isso é o ponto de restauração do sistema!

Como funciona

O ponto de restauração do sistema na verdade ainda é muito pouco conhecido e consequentemente pouco usado entre os usuários, mas que funciona e muito bem para prevenir qualquer problema.

Na prática funciona assim:

Vamos supor que seu computador nesse momento esteja funcionando perfeitamente. Então você cria um ponto de restauração hoje. Se amanhã, depois ou daqui um mês seu computador tiver qualquer problema, seja na instalação de um programa ou mesmo por algum problema do Windows, tudo o que você tem que fazer é restaurar o sistema no ponto que você criou antes e seu computador voltará a funcionar normalmente como se nada tivesse acontecido.

Como criar um ponto de restauração do sistema

Importante: A restauração do sistema não reverte alterações feitas em nenhum de seus documentos. Portanto, se você escreveu um texto e fez alguma alteração nele ou mesmo o deletou, a restauração de sistema não irá restaurá-lo. Na realidade, alguns arquivos nem são alterados, como é o caso da pasta Meus documentos por exemplo.

Na verdade, a restauração do sistema monitora arquivos com extensões EXE, DLL e INI que são arquivos cruciais para o desempenho do sistema. Assim, quando você escolhe um ponto de restauração ele restaura esses arquivos para o seu conteúdo na data em que foi criado o ponto.

Vá até o menu Iniciar, depois em Todos os Programas -> Acessórios -> Ferramentas do Sistema -> Restauração do Sistema.

Na janela que se abre, marque a opção Criar um ponto de restauração e em Avançar, como mostra a figura abaixo:

Restauração do Sistema

Na próxima tela, preencha o campo Descrição do ponto de restauração com o nome que você deseja dar ao ponto que está criando. Depois clique em Criar para continuar. Na nova janela você verá a frase Ponto de restauração criado e a mensagem:

Novo ponto de restauração:
Data com Dia, Mês e ano
Hora e nome do ponto

Clique em Fechar e pronto, seu ponto de restauração foi criado!

Agora, se você tiver qualquer problema, basta seguir o mesmo caminho:

Iniciar -> Todos os Programas -> Acessórios -> Ferramentas do Sistema -> Restauração do Sistema.

Só que ao invés de marcar a opção Criar um ponto de restauração, você marca a opção Restaurar o computador mais cedo.

Aí é só clicar em Avançar, escolher o seu ponto de restauração na tela seguinte e clicar novamente em Avançar até chegar a tela de restauração que vai te pedir para fechar todos os programas, etc. Então, clique em Avançar mais uma vez. O computador será reiniciado e o sistema voltará ao ponto que você selecionou.

Só vantagens?

O ponto de restauração é fantástico e não só pode como deve ser usado sempre. O problema não é a restauração do sistema em si, mas quantos pontos você cria.

Quanto mais você criar, mais espaço ele vai ocupar. Por padrão o Windows separa 12% de espaço no disco rígido para os pontos de restauração. Mas isso não quer dizer que você deva usar esses 12%.

Uma boa forma de usar a restauração do sistema é criar um ponto de restauração quando o seu computador está funcionando perfeitamente e só criar outro quando for instalar um programa ou fazer alguma modificação grande no sistema. Fora isso, não vejo necessidade!

Dica final: Lembre-se sempre que se você restaurar o sistema até um ponto antes da instalação de algum programa novo, provavelmente você terá que reinstalá-lo. Então, não se esqueça do back-up!

Comments

comments