POP Workshop de Roma: Futuro da Internet e Business Online Baseiam-se Nas Comunidades

Sábado retrasado, 7 de novembro, tive o prazer de participar como convidado especial do primeiro da série de workshops organizados por Robin Good sobre Professional Online Publishing.

workshop-pop

  • Local
    Maravilhoso, diferente. O espaço de eventos da Domus Talenti me surpreendeu tanto quanto o layout e a cenografia feitos pelo pessoal do MasterNewMedia.
  • Conteúdo
    Estimulante. Foi o input inicial para desencadear conversas, discussões, debates. Temperado, às vezes, com pequenas doses de provocação saudável.
  • Pessoas
    Conheci pessoas que querem aprender muito comigo, e pessoas com as quais eu também posso aprender muito.

Meu discurso

Pequena observação: no final eu disse que o Brasil tem cerca de 400 milhões de habitantes, na verdade eu queria dizer quase 200.000. A emoção me fez dobrar o número 🙂

Feito esse esclarecimento necessário, todos os convidados especiais foram entrevistados por cerca de meia hora, sentados numa cadeira sob um canhão de luz.

Quando chegou a minha vez, compartilhei a minha experiência contando resumidamente o meu percurso: a Internet foi o meio pelo qual eu consegui quebrar o modelo

nascimento> escola> emprego> aposentadoria> morte

Modelo no qual nunca acreditei, e que sempre me angustiou.

A linha que separa um empresário de um empregado é muito sutil, às vezes inexistente. Ser um homem livre é algo muito diferente: eu encontrei a estrada certa quase que por acaso, mas soube seguir em frente a ponto de ultrapassar o ponto que não podia mais retornar.

Conselho que dei partindo dos meus próprios erros

Não fique vinculado ao site. Arranque os seus usuários do seu site e crie um contato direto com eles, independente do Google ou do Adsense.

Conselho baseado em minhas experiências positivas

Ponha seu nariz para fora da sua cidade, estado, país. Seja ousado. Descubra novos mundos, novas formas de pensar.

Personagens que me surpreenderam

Andrea Genovese


Fundador da 7th Floor, revista desenvolvida em papel que evoluiu para o digital. Eu gostei da maneira como ele transformou um momento difícil em uma virada decisiva para melhor.

Roberto Chibbaro

Fundador do VotailProf. Pela tenacidade com que ele conseguiu construir a sua enorme comunidade partindo de baixo. E o seu otimismo.

Giulio Marsala e Italo Cillo


Respectivamente de AdWordsVincente.com e Miglioriamo.it. Pela abordagem frontal ao marketing extremo que tiveram, que embora eu não compartilhe muito representa um tema desconhecido para mim, porém intrigante.

Depois, vi com prazer Luca Conti, conheci Catepol, Peppe de Tuttovolume que me segue faz anos, Giuseppe Piro de Clappo e outros amigos. Talvez com alguém nasça uma colaboração interessante 🙂

O que entendi

1. O futuro da monetização online é focado nas comunidades

Os sistemas de monetização e de publicidade estão inevitavelmente mudando. Provavelmente, em breve, os anúncios contextuais, as afiliações e as outras formas de publicidade que estamos acostumados a ver perderão a eficácia favorecendo outros modelos de negócios ligados a modelos de aprendizagem alternativos, como:

  • Ensino à distância
  • X-eventos, ou seja, eventos reais que nascem, tomam forma e se alimentam na rede
  • Infoprodutos

Em suma, o business do futuro será focado no desejo das pessoas de aprender o que querem e o que mais gostam, não o que precisam para trabalhar e produzir. E isso vai levá-las a se reunirem, virtualmente e realmente.

2. As mídias sociais, sem compartilhamento, são uma perda de tempo

Basta sair por um momento e você imediatamente vai sentir que com algum conhecido, mesmo que de pouco tempo, pode surgir uma parceria, ou um simples, mas útil, compartilhamento de experiências que ajuda a avaliar melhor as suas iniciativas e as suas idéias. Em poucos minutos, você pode ter de um desconhecido mais estímulos do que você teve de um guru de destaque das mídias sociais que segue há meses.

Melhor soltar a presa: a autoridade é apenas uma consequência do compartilhamento, em si não representa nada.

O que poderia melhorar

Eu gostaria de ver mais interação entre convidados especiais e participantes. O momento em que Luca Conti foi pego como caso real para brincar de planejar o andamento de seu trabalho de modo independente através de um brainstorming foi divertido, mas talvez tenha excluído uma parte das pessoas presentes.

De resto foi uma ótima experiência.

A foto foi tirada do set Flickr POP Workshop Roma de Robin Good.

Comments

comments