Como Fazer Um Review Sério e Credível

moça-joia
Photo Credit: Julia Pivovarova

Esse é sem dúvida um assunto que está na moda ultimamente. Além da polêmica que gerou o fato de alguns blogueiros conhecidos começarem a fazer reviews (resenhas) pagos em seus blogs, o que para muitos leitores se tornou questão de honra e chegaram ao ponto de chamar tais blogueiros de vendidos e até coisa pior, existe o fato de que foram nos reviews que muitos blogueiros viram a saída para as quedas no rendimento com anúncios Adsense.

Antes de mais nada, vamos entender o que é uma resenha ou review:

A resenha é um gênero textual em que se propõe a construção de relações entre as propriedades de um objeto analisado, descrevendo-o e enumerando aspectos considerados relevantes sobre ele. No jornalismo, é utilizado como forma de prestação de serviço. É texto de origem opinativa e, portanto, reúne comentários de origem pessoal e julgamentos do resenhador sobre o valor do que é analisado.

O objeto resenhado pode ser de qualquer natureza: um romance, um filme, um álbum, uma peça de teatro ou mesmo um jogo de futebol. Uma resenha pode ser “descritiva” e/ou “crítica”. (Wikipédia)

Agora que você já tem uma boa ideia do que é um review, que tal entender como se faz um?

Antes de mais nada, vamos tentar fazer uma lista de tarefas na hora de fazer seu review que pode servir tanto para produtos, como serviços e até empresas de pequeno, médio e grande porte.

1. Avise e não esconda

Muita gente que faz um review não diz que aquilo é um review e deixa passar como se fosse mais um texto em seu blog.

Outros preferem colocar um pequeno aviso no fim do artigo avisando que aquele ali é um “artigo patrocinado”.

Sinceramente, eu acho que deve ser informado logo de cara que aquele texto se trata de um review que foi pago para ser feito ou que você recebeu um produto para fazê-lo.

Existem várias maneiras de se fazer isso e você pode e deve fazer isso da forma mais transparente e educada possível, mas sempre deixando claro o motivo daquele artigo.

2. Nome do produto, serviço ou empresa

Simplesmente informe clara e objetivamente o nome do produto, serviço ou empresa da qual você está falando. Não tente enrolar, nem maquiar nada, apenas diga a verdade!

3. Ano de lançamento/fundação

Muita gente tenta empurrar um produto ou serviço nos outros querendo tratar aquilo como novidade, quando na verdade, está falando de algo que já tem tempo de estrada e está apenas sendo maquiado para tentar “passar” como novo.

Cuidado com isso. Uma das premissas de quem faz um review é ser honesto, uma vez que basta ter uma informação que não seja verdadeira para provocar a revolta de grande parte dos leitores e consequentemente ser deixado por eles.

4. Empresa responsável/dono ou diretor a frente do negócio

Dar “nome aos bois” é fundamental. Não importa quem, o importante é que você sempre que possível informe o nome de alguém que possa responder pelo produto/serviço/empresa da qual você está falando.

Isso além de dar mais credibilidade, ajuda a dividir a responsabilidade por eventuais problemas que possam surgir no futuro.

Afinal, mesmo a maior e mais sólida empresa do mundo não está livre de passar por dificuldades.

5. Pontos positivos

Não precisa fazer um cartaz e pendurar em viaduto para exaltar as qualidades do produto/serviço, muito menos sair pelado gritando tais qualidades pela rua, sabe? Consegue entender o que eu quero dizer? Simplesmente seja honesto.

Se existem pontos positivos a serem exaltados, faça isso de forma natural e deixe que o leitor tire suas próprias conclusões.

6. Pontos negativos

Da mesma forma que os pontos positivos, os pontos negativos também devem ter destaque em seu texto.

Óbvio que não precisa voar com os dois pés no peito da pessoa que o contratou, afinal de contas, ela contratou um profissional e não um moleque.

Seja honesto, descreva os pontos negativos como algo que precisa ser melhorado dentro do pacote e não como sendo apenas isso que você está analisando.

Não sei se você notou, mas eu escrevi várias vezes o seja honesto. Pois é!

Ser honesto é princípio básico para tudo na vida (ao menos no meu ponto de vista) e ser honesto quando se faz um review é fundamental para garantir a satisfação do cliente, ainda que você não fale tudo o que ele queria ouvir, mas que ele veja honestidade naquilo que você disse.

Além disso, essa atitude fará com que seus leitores não saiam correndo gritando REVIEW! REVIEW! (GODZIRA! GODZIRA!)

Portanto meus amigos, sejam diretos e honestos sempre. Seja com seus clientes, seja com seus leitores. Seja verdadeiro com todos e você só tem a ganhar, tá bom?

Ah! Resenha ou Review? Bom, eu digo resenha, mas tem quem prefira review. Pra mim tanto faz o nome, muito mais importante é o como você faz!

Faça bom uso!

Comments

comments