Celular Touchscreen: Como Escolher a Tela Mais Adequada às Suas Exigências

Se você já tentou pelo menos uma vez o touchscreen do iPod Touch e/ou do iPhone deve ter notado que é mais suave, fluido e preciso do que outros touchscreens, como os adotados pela Nokia, Samsung e muitos outros.

moça-touchscreen

Bem, a diferença entre a precisão do touchscreen de um smartphone e a de um outro não é meramente uma questão de qualidade, mas é o resultado de uma escolha de marketing bem precisa que leva uma empresa a adotar uma das duas tecnologias de toque mais populares, a capacitiva ou a resistiva.

Por que o touchscreen do iPhone é assim preciso e o dos outros não…

Porque na tecnologia adotada pela Apple, HTC e outras empresas existe um campo elétrico uniforme que é distorcido pelo toque do dedo.

Os sensores individuam o ponto exato onde ocorreu o toque adquirindo as coordenadas. O mecanismo é, portanto, preciso e imediato.

Na verdade, ele é multitouch, você pode fazer o zoom com dois dedos simultaneamente. Por outro lado, nele não é possível usar a caneta, pois não causa nenhuma distorção no campo elétrico. Esta tecnologia é chamada capacitiva.

Os outros touchscreens são compostos de duas camadas de material condutor. O toque dos dedos causa o contato entre as duas membranas, neste caso o ponto exato é detectado e convertido em coordenadas. Com este mecanismo você pode usar qualquer coisa para tocar as duas membranas: dedos, canetas, etc. Por outro lado, ele não suporta o multitouch. Esta tecnologia chamada resistiva.


É melhor um celular com tecnologia capacitiva ou resistiva?

Depende, ambos tem vantagens e desvantagens.

Qualidade e durabilidade

Sem dúvida, a tecnologia capacitiva é melhor e mais duradoura. A resistiva, na verdade, além de sofrer um atraso e imprecisão devido a natureza em parte mecânica do dispositivo, tende a desgastar-se e a perder a função ao longo do tempo.

Precisão

A capacitiva é de novo melhor porque, além do toque, consegue detectar um simples “encostar”, mas não suporta a caneta (já tentou passá-la na tela do iPhone?) porque o material inanimado não altera o campo magnético da tela. A tela resistiva requer um contato claro entre as membranas, por isso não detecta toques leves.

Limpeza

Obviamente, o fato de não ter que usar os dedos faz com que o touchscreen resistivo seja um pouco mais higiênico.

Funcionalidade

O fato de poder usar dois dedos no touchscreen capacitivo o torna, sem dúvida, o mais versátil e funcional.

Uma última curiosidade: às vezes, a escolha do fabricante em adotar a tecnologia menos avançada (a resistiva) não nasce da necessidade de reduzir custos, mas das necessidades dos usuários de referência. No mercado asiático, por exemplo, o reconhecimento do texto é essencial por causa do tipo de caracteres muito diferente dos nossos.

Com a caneta é possível escrever com mais precisão do que com os dedos, por isso se adota a tecnologia touch resistiva (a menos avançada).

Bem, se você ama fuçar as características dos celulares e smartphones antes de comprá-los, te dei um motivo a mais para aprofundar suas pesquisas 🙂

Photo credit
Mulher: hidesy
Diferença touchscreen: ikaro

Comments

comments